Especialidades - Cenpreorto | Cenpreorto

Especialidades


Odontopediatria é sinônimo de odontologia para crianças. Está relacionada a problemas bucais e faciais como cárie, inflamações de gengivas (gengivites) e más-oclusões ( dentes tortos) que afetam nossas crianças.

Entretanto hoje em dia a odontopediatria tem seu foco centrado na prevenção.

A boca é desde o nascimento fundamental para o desenvolvimento do ser humano.

É por meio dela que obtemos a energia para a vida, que começamos a conhecer o mundo além de ser fonte de comunicação e prazer.

Através das orientações dadas aos pais e pacientes em atendimento odontológico preventivo desde tenra idade, procuramos manter e quando necessário recuperar a condição de saúde bucal.

Para isto a capacitação profissional nos permitiu adquirir conhecimentos tanto dos recursos técnico-científicos necessários à resolução dos problemas, como também dos meios para adaptação e condicionamento dos pacientes de modo a conduzir o tratamento sem traumas ou medos.

O acompanhamento freqüente do paciente no decorrer do seu crescimento possibilita tanto a motivação constante para os cuidados necessários à manutenção da saúde, como também permite a interceptação precoce de pequenos problemas.

Levamos assim as crianças a encararem a visita ao consultório como uma atividade natural. Cuidar ou tratar dos dentes passa a ser uma atitude consciente para o bem de sua saúde e de seu futuro.


Esta patologia que afeta preferencialmente o gênero feminino, tem como principal sintoma, a dor que pode variar muito sua localização.

Pode ocorrer na região próxima ao ouvido, na face, na cabeça, pescoço, região cervical, ombros ou mesmo em dentes.

Sua origem é determinada por inúmeros fatores, como fatores como o apertamento ou ranger dos dentes diurno ou durante o sono, o roer unhas, uso de gomas de mascar em demasia e outros hábitos que possam desequilibrar a harmonia funcional desta região associado a predisposição genética para sensibilidade dolorosa. Traumas, acidentes, sessões odontológicas de longa duração, também podem ser responsáveis pelo início dos sinais dolorosos.

Pode estar envolvida a própria articulação têmporo-mandibular e/ou os músculos da mastigação, do pescoço e dos ombros.

O diagnóstico é realizado normalmente por cirurgião dentista capacitado para este distúrbio embora uma equipe interdisciplinar como médicos (de diversas especialidades), fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos, possam ser envolvidas na elaboração de um diagnóstico mais preciso.

O tratamento na fase inicial ou aguda normalmente apresenta bons resultados. Quando o problema é crônico, ou seja com muito tempo de duração, este pode se tornar mais complexo e com limitações em seu resultado. O tratamento geralmente é conservador e inclui orientações, medicamentos, uso de placas ortodônticas, e fisioterapia individualizada, mas caso a evolução não seja adequada podem ser necessárias atividades mais invasivas como injeção de substâncias dentro da articulação e cirurgias. O diagnóstico deve ser individualizado para cada caso bem como o encaminhamento aos demais especialistas que possam se necessários.


Nosso sorriso é determinado pelo relacionamento entre os dentes, as arcadas, a consistência dos músculos e o tipo de face, afetando nossa estética e funções bucais principalmente a mastigação e a fonação.

Alterações neste equilíbrio provocam as más-oclusões que podem ser de origem genética ou por influência de atitudes ou hábitos nocivos durante a infância e adolescência como a ausência de amamentação no seio, respiração com predominância bucal, excesso de uso de chupetas, mamadeiras, sucção digital (chupar dedo), roer unhas, etc...

Estas alterações podem ser evitadas por medidas preventivas ou procedimentos simples na infância e/ou adolescência ou tratadas durante toda a vida por duas especialidades da Odontologia.

Ortopedia Funcional dos Maxilares

Especialidade que atua durante o crescimento e desenvolvimento facial com o objetivo de preservar, monitorar e intervir no momento adequado afim de harmonizar o desenvolvimento facial e dentário. Quando necessário faz uso de aparelhos removíveis (móveis) com forças leves e intermitentes.

Ortodontia

Especialidade que atua sobre o posicionamento dos dentes e a das alterações ósseas da face por meio de aparelhos fixos tradicionais ou alinhadores transparentes exercendo ação mecânica sobre os dentes e maxilares com forças de maior magnitude e de ação continua.

O diagnóstico precoce é fundamental para atuarmos na hora certa, na busca do melhor resultado no menor espaço de tempo com o mínimo de complexidade no tratamento. Independentemente da idade sempre haverá uma forma de transformar positivamente seu sorriso.


Você com certeza conhece alguém que ronca ou que se queixa que o parceiro ou a parceira de quarto ronca. Conheça um pouco mais sobre isso:

O ronco

O ronco acontece quando o ar que respiramos passa pelas vias aéreas superiores na região da garganta (orofaringe) quando estas estão, por algum motivo, estreitadas e relaxadas durante o sono. Há uma vibração dos tecidos ocasionando o ruído que normalmente atrapalha o sono do cônjuge e em muitos casos da família toda.

Estudos indicam que mais de 30% das pessoas roncam. O ronco pode causar constrangimentos tanto em viagens (ônibus ou avião) quanto no compartilhamento de dormitório com amigos ou colegas em momentos de lazer ou em atividades profissionais.

O ronco pode esconder uma patologia com severas consequências para a saúde chamada apneia obstrutiva do sono.

A apneia obstrutiva do sono

Esta doença é caracterizada pela obstrução das vias aéreas superiores impedindo a passagem do ar para os pulmões. Mesmo que dure poucos segundos ela traz prejuízos importantes para a saúde. A cada episódio de apneia o indivíduo desperta inconscientemente alterando a fisiologia do sono e do organismo. Muitas vezes nem o paciente nem o parceiro de quarto percebem a presença destes despertares.

Geralmente o ronco e a apneia do sono estão associados à idade, ao sobrepeso, ao consumo de álcool, ao uso de cigarros e às alterações anatômicas da face. Dependendo da gravidade, a apneia pode causar ou agravar problemas da saúde geral como: cardíacos, hipertensão arterial, acidentes vasculares cerebrais (“derrame”), diabetes e impotência sexual.

Quem sofre de apneia corre um risco maior de acidentes de trânsito ou de trabalho devido à sonolência diurna que o sono fragmentado e noites mal dormidas podem ocasionar.

Tratamento

Os tratamentos podem ser clínicos ou cirúrgicos. Os tratamentos clínicos efetivos são a pressão positiva de ar (CPAP) e os aparelhos ortodônticos intra-orais. Há tratamentos considerados auxiliares como a fonoaudiologia e fisioterapia respiratória.

A definição de qual tratamento é o mais indicado deve ser feita por uma equipe formada por médico e dentista especialistas em distúrbios do sono.

Você pode encontrar profissionais nesta especialidade no site da Associação Brasileira de Sono (www.absono.com.br).

Envie sua dúvida que teremos o maior prazer em esclarecê-lo.

Para o paciente adulto trabalhamos também com uma filosofia voltada para a prevenção. É possível recuperar a saúde bucal através de um tratamento eficiente e humanizado buscando reestabelecer o equilíbrio estético e funcional. Com procedimentos minimamente invasivos, equipamentos, técnicas e materiais atualizados buscamos preservar ao máximo os dentes, osso de sustentação dentário e gengivas com o objetivo de manter uma boca saudável por toda a vida.

HORÁRIO DE ATENDIMENTO


  • 9h às 12h13:30h às 19h

AGENDE UMA CONSULTA

Preencha o formulário de contato para marcar uma avaliação com a equipe do Cenpreorto.

Agende uma consulta por telefone

  (41) 3224-1837

  (41) 99694-1111