Uso do flúor durante a infância | Cenpreorto
Odontopediatria em Curitiba - Cenpreorto - Marque uma avaliação

A prevenção dos problemas bucais deve ser rotina desde os primeiros dias de vida da criança, com o correto acompanhamento do odontopediatra, dieta balanceada e higiene oral. Antes dos dentes nascerem utilize uma fraldinha, uma gaze ou uma dedeira umedecida com água filtrada para higienizar as gengivas do bebê. A escovação deve ser iniciada a partir do aparecimento dos primeiros dentes de leite, com o auxílio de uma escova com cerdas macias e movimentos delicados – o que gera muita dúvida é se existe a necessidade do uso de cremes dentais com flúor desde as primeiras escovações.

A presença de flúor na saliva é essencial para a prevenção da cárie. Segundo a Associação Brasileira de Odontopediatria, o recomendado é a utilização de uma pequena quantidade de pasta de dentes infantil fluoretada, com a concentração de flúor em torno de 1.100 PPM. Esta informação pode ser encontrada no verso de todas as embalagens de pasta de dentes.

Outro tema importante é a quantidade a ser colocada na escova, sendo o mais indicado: em bebês e crianças que não sabem cuspir, utilizar quantidade equivalente a um grão de arroz (0,1g); e, nos que sabem cuspir, quantidade equivalente a um grão de ervilha (0,3g). Toda escovação deve ser acompanhada por um adulto. Não deixe seu filho pequeno colocar a pasta na escova, lembre-se o flúor é um medicamento.

Que tal tornar a higiene oral uma rotina na vida do seu filho? Separe pelo menos 30 minutos do seu dia para a supervisionar e orientar todas as três escovações necessárias – e qualquer dúvida, consulte um dentista.  A saúde dele agradece!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *